SLIDER

'Foi num Cabaré na Lapa' é a nova edição do Sarau do Escritório, nesta quinta-feira





Abrindo os trabalhos para a chegada da primavera, o Sarau do Escritório apresenta a edição "Foi num Cabaré da Lapa", revivendo a irreverência e a boêmia dos tempos de outrora, e convocando todos que fazem da Lapa um dos lugares mais simbólicos da cidade. O Em Neon estará presente com as fotos do "Buraco da Lacraia Cabaré On Ice" clicadas pelo EM Fotos através dos fotógrafos Eduardo Moraes e Maurício Code.



Nas décadas de 1920 e 1930, a Lapa era uma espécie de Montmartre carioca, com seu caráter alegre, movimentado, festivo, libertário, e da fama de “bairro do pecado”.



Por suas ruelas circulavam Madame Satã, Moreira da Silva, Noel Rosa, Di Cavalcanti, Manuel Bandeira, os malandros Meia-Noite, Camisa Preta, Miguelzinho, Edgar, Joãozinho, mulheres famosas como Marina, Lívia, Boneca e damas dos cabarés. Foi lá, nos cabarés, que surgiam os primeiros artistas performáticos da cidade. A magia, as valsas, cançonetas francesas, fox-trots que perpassavam pelos estabelecimentos como o Apolo, o Royal Pigalle, Novo México, Casa Nova e o Cu da Mãe, fizeram desses cabarés um marco na história do bairro.



Entre 1942 e 1943, a Lapa boêmia e cultural chegava ao fim. A histórica investida moralizadora do chefe de polícia da ocasião, acarretaria no fechamento de boates, bares, pensões, batidas nos cabarés, mortes e prisões. As boates foram pra Zona Sul, o samba pra Zona Norte.



Alguns cabarés conseguiram, por um certo tempo, resistir firmemente a esse processo, foram o caso das boates Dominó, Cachimbão, Viking, Cambalacho e Carrossel. Eram locais em que as pessoas batiam cartão nos fins de noite.



A partir da década de 1990, a Lapa retoma o seu lugar boêmio e de movimentação cultural, sendo inserida desde então numa disputa entre a gourmetização da cidade e as manifestações artísticas que movimentam milhares de pessoas na região.



Programação

18:00 - DJ Marquinho com o melhor das cançonetas de Cabaré

19:00 - Homenagem ao Lourival (atual proprietário do finado Cabaré Carrossel)

19:10 - Thiago Basseto (vogue)

19:25 - Jeane B (poesia)

19:30 - Emerson Caetano (poesia)

19:35 - Marcio Januário (música)

20:05 - Tetsuo Takita (performance)

20:20 - Rodrigo Reduzino (pesquisa Madame Satã)

20:25 - Palco Aberto

20:30 - Pepeia (performance)

21:00 - Quitta Pinheiro (performance)

21:15 - Sil Bahia (pesquisa Sarau do Escritório)

21:20 - Palco Aberto

21:25 - Ma.Ma.Horn (performance)

21:30 - Drag-se (performance)

21:45 - Atila Bezerra (música)

22:15 - Davi Fernandes (poesia)

22:20 - Taisa Machado (música)

22:50 - Wendell Cândido (performance)

23:00 - Locomotiva da Baixada (música)

23:30 - DJ Onírica



Projeção

VJ Pri Bittencourt



Exposições

Buraco da Lacraia Cabaré On Ice | Fotos: Maurício Code e Eduardo Moraes

52 Yan Chi | Fotos: Maíra Barillo

DISPOSITIVO - 10 foto em 1 hora | Fotos: Quitta Pinheiro



Expositores

Mary Help! Acessórios Criativos

Retrozinha

Bucólica Ateliê

Sidney Machado



BarZar do Sarau do Escritório

Biricoticos com o melhor custo benefício da região;

Lambe-lambes de colecionador;

Camisas Poeme-se Sarau do Escritório;

Adesivos do Sarau;

Cachacinha artesanal do Escritório



Serviço

Quando? Quinta-feira, dia 22 de setembro 

Que horas? Das 19h às 23h

Pracinha João Pessoa - Lapa / Rio de Janeiro 



Idealização:

Coletivo Peneira



CURTA O EM NEON NO FACEBOOK



Foto: EM Fotos



A Redação